sábado, 10 de dezembro de 2011

Mote do exercício: construir um texto com os seguintes dados: noite, lua cheia, alguém atravessa um jardim e no meio do caminho encontra um corpo caído...

Dizia-se na aldeia que se alguém ousasse entrar naquele jardim à noite, a lua ficaria cheia, independentemente da fase em que se encontrasse. Guilherme quis desafiar a lenda e decidiu fazer-se enterrar em quarto minguante. Jura agora a pés juntos que é tudo mentira. Mas na verdade os seus pés estão juntos para sempre. Deitados e enterrados.
A mãe do rapaz deseja agora tirar a teimas, e garante que há-de lá encontrar um corpo caído. Quanto mais não seja o seu. Ao lado do filho, claro.

Sem comentários:

Enviar um comentário